segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Sabor de Cacau.

Sabor de Cacau

Começo por dar parabéns a Autumn Sonnichsen.
Desde que surgiu na PLAYBOY, clicando ensaios secundários, a fotógrafa californiana vem chamando a atenção.
Com Nana Gouvêa teve a oportunidade de mostrar seu lado mais autoral e, com isso, provou seu talento e recebeu nossos mais sinceros elogios.
Depois disso, passamos a observá-la com desconfiança.
Seria ela repetitiva e criativamente limitada?
Uma conclusão, com tão poucos trabalhos, seria precipitação.
É com grande prazer que digo que Autumn, depois de ver o ensaio de Cacau, é uma fotógrafa que só tem a somar à revista.

A parceria Cacau + Autumn deu certo.
O tema escolhido, derivado e motivado pelo seu apelido, pertence à categoria dos mais tolos possíveis, que tinha tudo pra ser conduzido da forma mais previsível dentro de todo o contexto. Haveria uma mulher nua só derramando chocolate sobre o corpo?
Não.
O que pode ser visto nas fotos é uma mulher de bem com a vida, que brinca consigo mesma, diante de coelhos ou de um pedaço de bolo.
Essa percepção madura de possibilidades vinda de uma fotógrafa tão jovem é louvável.
E essa idealização fica evidente em cada foto.
 É isso que gosto de ver.
Cacau aparece em cenas completamente distintas, como a lúdica abertura, a poética foto em que anda de bicicleta ou no erotismo convencional onde exibe a parte mais exuberante de seu corpo, o bumbum.
Mas embora tenha essa diversidade de situações, o ensaio é facilmente interpretado e tudo se interliga.
O equilíbrio entre o que queremos ver sem rodeios e a presença de imagens que só entram para enriquecer esteticamente que contribuiu positivamente para o ensaio.
A edição das imagens foi muito boa.
E Cacau é gostosa, envolvente, pegou o espírito da coisa.
E isso não se descreve, vê-se.
M.M.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.