terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Ponte para ciclistas sobre a Segunda Circular.

Ponte para ciclistas sobre a Segunda Circular inaugurada no Dia dos Namorados.

Galeria_4698
Dezasseis dias depois de estar aberta, a ponte para ciclistas e peões sobre a Segunda Circular, em Lisboa, vai ser inaugurada oficialmente neste sábado, Dia dos Namorados, pelo presidente da Câmara da cidade, António Costa, numa cerimónia em que estará também Ferreira de Oliveira, o líder da empresa Galp Energia, a maior financiadora da obra.
A oficialização da estrutura de metal e betão côr de laranja, bem visível a quem passa na agora batizada avenida Eusébio da Silva Ferreira (antiga avenida general Norton de Matos, vulgarmente conhecida por Segunda Circular), ocorre mais de quatro anos depois da primeira data avançada para a concretização do projeto, anunciado em Outubro de 2009 para ficar concluído um ano depois e exclusivamente suportado pela Fundação Galp Energia.
O protocolo assinado então com a Câmara de Lisboa estabelecia que a instituição ligada à empresa petrolífera suportaria a totalidade dos custos da obra, calculados inicialmente em 1,2 milhões de euros.
Quase um ano depois da anunciada abertura ainda nem o projeto estava pronto, dado que só foi apresentado em setembro de 2011 e anunciado novo prazo de concretização, que viria a não ser novamente cumprido: primeira metade de 2012.
Se no terreno nada avançava, nos meandros burocráticos a obra também se complicava e foi assinado um novo protocolo, desta vez entre a Câmara e a Lisboagás, empresa de universo Galp que passou a ocupar o anterior lugar da Fundação.
O orçamento inicial de 1,2 milhões de euros acabaria por derrapar para 1,365 milhões e a ser repartido com a autarquia, que aceitou pagar um terço da ponte, ao desembolsar 465 mil euros. Com essa revisão, a participação da Lisboagás no projeto baixou 300 mil euros, fixando-se em 900 mil euros.
A travessia em forma de H com um total de 727 metros de extensão liga o Bairro de Telheiras à zona das Torres de Lisboa, um complexo de edifícios de escritórios onde está sediada a Galp e situado na freguesia de S. Domingos de Benfica.
Quando foi apresentado, em 2009, o projeto de aço e betão do gabinete de arquitetura MXT foi considerado pelo presidente da Câmara, António Costa, como um “ícone” de Lisboa e “o primeiro passo para a humanização da Segunda Circular”.
O texto onde é anunciada a inauguração publicado na página eletrónica do município não refere, mas um membro do seu gabinete disse ao Pedais.pt que o vereador com o pelouro dos Espaços Verdes e da Energia na Câmara de Lisboa, José Sá Fernandes, também vai estar presente.
Na reunião do Município, a 28 de janeiro, quando disse que a ponte iria finalmente poder ser utilizada por ciclistas e peões, Sá Fernandes escusou confirmar se ia haver uma abertura formal da travessia, limitando-se responder: “As inaugurações são para os políticos, a gente tem é de fazer obra”.
A Câmara anuncia que o presidente António Costa chagará ao local de bicicleta por volta das 12:00, quando começa a cerimónia numa tenda para eventos que já estava montada no lado do Bairro de Telheiras na quinta-feira à tarde, próximo do local onde funcionários de uma empresa de limpeza urbana removiam grafitis de um muro que antecede de o acesso à travessia para ciclistas e peões.
O Município recorda que a data coincide com o dia dos namorados e recomenda que Lisboa “é o local ideal para o celebrar”, o que “pode ser [feito] ao ar livre, praticando desporto ou num passeio de bicicleta”.
Referindo-se à nova ponte, o texto publicado pelo Município considera-a “uma das mais importantes infraestruturas da rede de percursos de corredores pedonais e cicláveis, que conta já com mais de 60 quilómetros por toda a cidade, e une duas margens densamente povoadas, nas freguesias de São Domingos de Benfica e Lumiar e Carnide”.
“É a quinta ponte para peões e bicicletas construída deste de 2009, e insere-se na política do Município de promover a mobilidade suave”, acrescenta.
A Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta (FPCUB) associou-se ao momento e convoca os ciclistas interessados em associarem-se à iniciativa a concentrarem-se no cruzamento da avenida Duque D’Ávila com a Marques de Tomar, pelas 11:00 horas, donde partirão para Telheiras “na companhia dos edis responsáveis pela decisão da obra”.
Galeria_4695Galeria_4691Galeria_4679Galeria_4687 Galeria_4685Galeria_4703Galeria_4677
 M.M.



Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.