terça-feira, 1 de março de 2016

Campeão acusa doping


PSP campeão acusa doping no ciclismo Agente nega ter tomado qualquer substância.
O campeão nacional e ibérico de ciclismo na categoria Masters 35 foi suspenso pela federação por doping. Nuno Jorge Inácio, 37 anos, presta serviço num departamento da PSP, em Lisboa, e é atleta de ciclismo há vários anos, mas acusou positivo num controlo antidoping realizado a 17 de maio de 2015, após uma prova em Campeã, Vila Real.

 A análise revelou ingestão de efedrina, usada para perder peso. 
O agente foi notificado do controlo positivo e, segundo fonte da Federação Portuguesa de Ciclismo, recorreu fora de prazo. 
Por isso, em decisão de outubro de 2015, foi suspenso por dois anos de todas as provas. 
Perdeu também os títulos nacionais e ibérico da categoria e foram anulados todos os resultados conseguidos após o controlo positivo. 
Ao CM, Vítor Lourenço, dono da equipa Viveiros Vítor Lourenço/Sintra Clube de Ciclismo, onde corria Nuno Inácio, garantiu desconhecer quer o controlo antidoping positivo do atleta quer a suspensão que lhe foi aplicada. 
"Esse senhor nunca mais correrá na nossa equipa", assegurou. 
Como não foi feito controlo antidoping no final da temporada aos segundos e terceiros classificados do campeonato, ninguém poderá ser coroado campeão. 
Contactado pelo CM, Nuno Jorge Inácio garantiu ter apresentado recurso à Federação Portuguesa de Ciclismo e à Autoridade Antidopagem. "Nunca consumi essas substâncias", assegura. 

O agente disse ainda desconhecer que está suspenso por dois anos e que perdeu os títulos de campeão.
Ler mais em: http://www.cmjornal.xl.pt/nacional/portugal/detalhe/psp_campeao_acusa_doping_no_ciclismo.html

MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.