terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Lisboa tem bicicletas eléctricas mais caras do que Paris.

Lisboa tem bicicletas eléctricas mais caras do que Paris.

 Valores de utilização do serviço, durante 24 horas, variam entre os dois e os 25 euros.
Andar de bicicleta elétrica em Lisboa é mais caro do que na capital francesa, Paris. Enquanto na capital portuguesa o passe diário custa 2 euros, em Paris o bilhete custa 1,70 euros. A rede de bicicletas GIRA, da Empresa Municipal de Mobilidade e Estacionamento de Lisboa (EMEL), que chegou à cidade em setembro, continua a crescer. 

Depois de Alvalade, Avenidas Novas e Parque das Nações, a EMEL expandiu a rede e ontem abriu duas novas estações: Saldanha e avenida Fontes Pereira de Melo. 
No total já são 43 estações e 409 bicicletas. 
Para alugar as bicicletas é necessário descarregar a aplicação Gira, escolher o tipo de passe, preencher os dados e efetuar o pagamento num multibanco.
 "Através da aplicação, os utilizadores carregam os passes mensais, que custam 15 euros, os passes anuais, com um valor de 25 euros, e ainda acedem a um mapa com todas as estações que estão integradas na rede. 
Para acederem à aplicação basta ligarem o wi-fi", explicou Fernando Medina, presidente da Câmara Municipal de Lisboa. 
A duração dos períodos de viagem é de 45 minutos, para os passes anuais e mensais destinados a residentes, e de 60 minutos no passe diário, direccionado para turistas e para quem pretenda experimentar o sistema sem compromissos.
 Entre cada viagem, é necessário esperar cinco minutos para que a bateria seja recarregada. 
Quanto aos preços, até 31 de Março de 2018, os novos subscritores estão isentos de pagamento no primeiro período de viagem. 

Por comparação, o preço do passe urbano (Metro e Carris) varia entre 14,50 euros e 36,20 euros.



Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/cm-ao-minuto/detalhe/lisboa-tem-bicicletas-eletricas-mais-caras-do-que-paris
MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.