sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Volta ao Algarve 2016 - Foia.

Fóia recebe chegada da Volta ao Algarve 2016 catorze anos depois.
21_volta2014
O alto da Fóia, em Monchique, será palco do final da segunda etapa da Volta ao Algarve de 2016, no dia 18 de fevereiro, após 14 anos sem esta prova ter um final de tirada no ponto mais alto do Algarve.
A 42.ª Volta ao Algarve, que se vai realizar entre 17 e 21 de fevereiro, terá a primeira medição de forças entre os candidatos ao triunfo final na segunda jornada. A tirada vai partir de Lagoa e terminar na Fóia. O traçado, segundo a Federação Portuguesa de Ciclismo, «ainda não está totalmente delineado, mas será uma viagem com perto de 200 quilómetros e com uma segunda metade marcada pelo sobe e desce, podendo afirmar-se que será a etapa rainha».
Os derradeiros 7,5 quilómetros serão sempre a subir, desde o centro de Monchique, até ao alto da Fóia. A escalada tem uma inclinação média de 6 por cento. Da última vez que a Volta ao Algarve teve um final de etapa na Fóia, em 2002, o vencedor da tirada foi o suíço Alex Zulle, então ao serviço da Team Coast. A geral dessa edição da Volta ao Algarve foi conquistada pelo português Cândido Barbosa.
Nos últimos dois anos a etapa de Monchique já se revelou importante na definição do vencedor final, apesar de terminar no centro da vila. O galês Geraint Thomas (Sky) ganhou a etapa de Monchique e a geral da Volta ao Algarve em 2015.
De acordo com a FPC, «a edição de 2016 da Volta ao Algarve terá duas chegadas em alto. Além da Fóia, há que registar a última etapa da competição, com a meta instalada no Alto de Malhão, subida com 2,5 quilómetros de extensão e uma inclinação média de 9,4 por cento.»
«O percurso da Volta ao Algarve vai completar-se com um contrarrelógio individual e com duas etapas com previsível chegada ao sprint. Espera-se uma edição mais exigente, mas com tiradas para todo o tipo de corredores», adianta a federação.
«O desenho da corrida vai privilegiar o espetáculo, desejando-se emoção até ao último metro». Desta forma, a organização, a cargo da Federação Portuguesa de Ciclismo, «espera cativar os adeptos da modalidade, portugueses e estrangeiros, para passarem uma semana de férias no Algarve, seguindo de perto as estrelas do ciclismo e o desenrolar da corrida».
Os interessados dar as suas pedaladas poderão participar no Algarve Granfondo, marcado para o dia 21 de fevereiro. Esta prova, aberta a federados e a não federados, terá partida e chegada em Loulé e consagração dos vencedores no alto do Malhão, no mesmo pódio ao qual subirão os laureados da Volta ao Algarve 2016.


MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.