domingo, 22 de março de 2015

Andar de bicicleta para aumentar a resistência para não-ciclistas.

Treino de bicicleta pode melhorar o desempenho do corredor?

Pergunte à maioria dos fisioterapeutas, vão dizer que o treino no desporto específico é a chave para alcançar os maiores ganhos de desempenho.
Mas, de acordo com John Shepherd, há muitas evidências de que o treino de ciclismo pode beneficiar corredores, nomeadamente em ganhos de força.
Andar de bicicleta para aumentar a resistência para não-ciclistas.
Parece bastante viável que o ciclismo de longa distância deva beneficiar outros atletas de endurance, como remadores e corredores de meio fundo.
Afinal, essas atividades podem também colocar uma forte dependência no sistema de energia aeróbica.
Por exemplo, uma equipa da Universidade do Texas, realizou um estudo sobre a transferência de cross-training, os efeitos sobre VO2max, entre ciclismo, corrida e natação.
(1) VO2max refere-se à quantidade máxima de oxigénio que o corpo pode processar (medido quer em litros por minuto ou, em mililitros por minuto por quilograma do peso corporal).
O grupo também descobriu que nunca os efeitos cross-training excederam aqueles induzidos pelo modo de treino desportivo específico, ou seja, a melhor maneira de treinar para correr é correr, a natação é nadar, etc.
No entanto, enquanto o excesso de cross-training pode afetar negativamente o desempenho (por efetivamente deslocar o treino desportivo específico), há evidências de que, tanto para a resistência (talvez mais surpreendentemente) como para as atividades de velocidade, a bicicleta pode, se realizada sob determinadas condições, contribuir para melhorar o desempenho do atleta.
Ciclismo durante a ” recuperação ” fase do treino
Runners (e outros atletas) costumam ter algum tipo de descanso no final da temporada de treinos. Há um debate considerável sobre o quanto de fitness é perdida durante este período e se a recuperação deve ser ativa ou passiva.
Andar de bicicleta para melhorar a velocidade.
Ciclismo provavelmente não irá entrar no seu plano de treinos. No entanto, tem um número de vantagens potenciais, nomeadamente aumentar a velocidade da perna. George Dintiman é um dos maiores especialistas no mundo no treino da velocidade e defende o uso da bicicleta para desenvolver mais velocidade.
Dintiman acredita que alta velocidade praticada no ciclismo pode potencialmente aumentar a velocidade da perna na corrida.
Em conclusão
Andar de bicicleta pode oferecer a resistência e potencial de velocidade a todos corredores, também ajuda prevenção de lesões e a reabilitação.
 O uso da bicicleta no seu plano de treinos tem vantagens, desde que seja sempre uma forma orientada pelo seu treinador.

M.M.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.