sexta-feira, 27 de março de 2015

Lesões nos joelhos são comuns entre ciclistas.

A condropatia patelar é uma das lesões mais comuns naqueles que andam de bicicleta com frequência, segundo um cirurgião ortopedista especializado em trauma ortopédico e cirurgia de joelho.
O problema é um desgaste da cartilagem da patela (ou rótula), osso que protege a parte anterior da articulação do joelho.
O ortopedista explica que, durante a pedalada, os joelhos realizam movimentos cíclicos de flexão e extensão (esticar e dobrar) que levam a patela a subir e descer em contato com uma região do fêmur onde ela se articula.
 “Quando o joelho fica dobrado além de 40 graus, seja pedalando ou em qualquer outra situação, a patela passa a fazer contato com uma região do fêmur chamada tróclea e isso pressiona a cartilagem que reveste essas duas estruturas.
Quanto maior o grau de flexão do joelho, maior é a pressão que recai sobre a cartilagem dessas estruturas, o que pode levar à lesão”, explica.

Segundo o médico, isso ocorre, principalmente, quando o ciclista posiciona o selim da bicicleta numa altura muito baixa, fazendo com que os joelhos tenham graus altos de flexão, aumentando a carga (força de atrito) que passa na articulação patelo-femoral e desgastando a cartilagem desta região. Além disso, quando o ciclista realiza esforços maiores, como uma subida, a pressão que passa na articulação patelo-femoral aumenta ainda mais, contribuindo para o desgaste articular.
http://www2.uol.com.br/JC/_ne10/cotidiano/foto/kit_bike.jpg


 O tratamento para lesões no joelho requer avaliação adequada e individual.
O médico afirma que é preciso considerar o equipamento utilizado pelo ciclista e também a técnica de pedalada.
Quando uma inconformidade é detetada, ela deve ser corrigida.
Problemas como altura do selim ou alinhamento dos joelhos em relação aos pés durante o movimento cíclico de pedalada são exemplos citados por ele como potenciais problemas na prática da atividade física. "Além disso, deve-se buscar o equilíbrio da musculatura da coxa e panturrilha com adequação da força e alongamentos musculares”, ressalta o profissional.

EVITANDO LESÕES - Uma bicicleta bem ajustada e adequada a altura e peso do ciclista vão contribuir para evitar grandes lesões.
O ângulo de ataque do pedal também pode influenciar no desgaste sofrido pelo corpo do atleta ao andar de bicicleta. Segundo um fisioterapeuta, especialista em adaptação de bikes a ciclistas, o ideal é que a pessoa peça orientação desde o momento da compra do equipamento.
"Você deve pedir orientação na própria loja onde vai comprar ou realizar a manutenção da bicicleta para encontrar alguma que mais se aproxime da sua anatomia.
O ideal, porém, é realizar um bike fit (adaptação da bicicleta a anatomia do ciclista), pois cada corpo tem uma anatomia diferente e um ajuste personalizado proporcionará mais saúde e conforto durante o pedal", afirma.

M.M.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.