quinta-feira, 2 de abril de 2015

A verdade sobre os pneus Bike de Montanha.

Cada vez mais os ciclistas de Btt, estão a aceitar melhor a idéia de que pneus mais largos oferecem mais controle, mais conforto e mais diversão.  Porém se você é como o cientista Peter Nilges e está interessado apenas na velocidade que cada pneu proporciona você vai gostar do que vai ler aqui.
O cientista alemão queria determinar qual a melhor combinação entre largura e calibragem do pneu para se obter a melhor performance. Com a ajuda de medidores de potência SRM,  ele pôde determiar o exato gasto de energia em cada situação.
Ele testou três pneus diferentes (os pneus da Schwalbe Fast Fred, Racing Ralph e Albert Brothers) em três diferentes larguras e com  quatro calibragens diferentes (21, 28, 43 and 57 p.s.i.).  O percurso de teste era uma subida com 460m de comprimento, onde possuia , lado a lado, uma superfície de pedras, asfalto e grama. Perto de 350 testes foram realizados totalizando 150km.

Efeito da largura do pneu sobre a resistência de rolagem

largura pneu mtb
Efeito da largura do pneu sobre a resistência de rolagem. Repare que na grama a resistência a rolagem é 3 vezes maior.
O estudo testou pneus 2.0 a 2.4. Enquanto na estrada (asfalto) não existe diferença siginificativa entre pneus mais finos e pneus mais grossos, na trilha os pneus mais grossos rodam mais facilmente! Quanto pior o chão maiores as vantagens de um pneu mais largo, como mostram os dados obtidos na grama. Pneus mais largos requerem 15,4 W a menos para manter a mesma velocidade se comparado com pneus mais finos.
Um pneu mais largo apresenta uma área de contato com o solo mais larga, porém mais curta, isso se traduz em um pneu que rola mais facilmente no chão (um pneu mais rápido).
Explicação: Um pneu mais murcho se adapta melhor a superfícies irregulares, pois afunda menos no chão, sofrendo assim menos arrasto. Pneus mais finos  são recomendados para atletas mais leves, ou em trilhas extremamente enlameadas.

pegada do pneu no solo

Pressão do pneu e resitência a rolagem

Fora da estrada os ganhos com a redução dos pneus são maiores, pois no ambiente off-road a resistência de rolagem é menor num pneu mais murcho. Para você ter uma idéia reduzir a pressão dos pneus, por exemplo, de 57 p.s.i. para 21 p.s.i. significa uma economia de 20 W para manter uma mesma velocidade. A principal razão para isso é que o pneu mais murcho se adapta mais facilmente as irregularidades do solo.
Outro teste interessante foi a comparação de um pneu mais grosso, com menor calibragem (21p.s.i.), com um pneu mais fino e mais calibrado (57 p.s.i.) para uma mesma velocidade. O que deu uma diferença de 50 W a menos na primeira situação.

Conclusões

Qualquer um que queira andar mais rápido na trilha deve diminuir a pressão de seus pneus. Quanto mais difícil for o terreno mais diferença você irá sentir. Além de ter seu conforto e tração melhorados também.
Devido a sua estrutura mais fina e flexível os pneus semi-slicks são a melhor opcão para diminuir a resistencia de rolagem. Porém com uma menor pressão, o risco de furar será maior (o que é facilmente resolvido ao montar o pneu tubeless com líquido selante) e a tração de um pneu semi-slick é limitada.
A resposta para a pergunta – qual a melhor largura de pneu para mim? Respondo sem titubear que tanto para provas de cross-country como para maratonas, um pneu mais largo com menos pressão sempre irá andar mais rápido.
O estudo acabou também com um dos mitos a respeito de pneus pesados. Frequentemente ouço ciclistas dizendo que um pneu mais grosso demora mais para acelerar, o que é verdade, mas frequentemente isso é superestimado. Um par de pneus que seja 500g mais pesado requer uma força adicional de apenas 4.2 W de potência para acelerar de 0 a 25km/h em 4s. Por outro lado, como já comentamos aqui, em superfícies como a grama o pneu mais grosso economiza por volta de 15,5 W de força para manter uma mesma velocidade. Além do que os efeitos sobre a aceleração afetam uma parte menor de sua prova enquanto que os efeitos relacionados a resistência de rolagem são mais duradouros.
Dicas:
Você pode fazer os sues próprios testes, tomando alguns cuidados. Durante um teste de resitência a rolagem, você deve manter a pressão dos pneus constantes caso queira testar 2 larguras de pneu (é importante dizer que os pneus devem ser da mesma marca. Quando o piso é ruim o pneu mais murcho, tem menor resistência a rolagem pois consegue absorver os pequenos buacos e irregularidades, diferente de um pneu mais cheio que faz com que a bike inteira e o ciclista sejam deslocados para cima e para baixo ao passar num obstáculo, o que requer mais energia para manter uma determinada velocidade. Isso é a mesma razão pela qual bicicletas full-suspension e pneus tubeless (que andam com menos pressão) também tem menor resistência a rolagem.

Bons treinos!

MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.