segunda-feira, 13 de abril de 2015

Europa terá rede de ciclovias de 70 mil Kms.

cicloviaeuropa
Até 2020, Eurovelo ligará 43 países. Terá trechos urbanos e rodoviários, favorecerá turismo histórico e ecológico. Irá da Rússia a Portugal e da Finlândia à Sicília
Até 2020, 43 países da Europa, incluindo os membros da União Europeia, serão interligados pela Eurovelo, uma rede que ligará 14 ciclovias do bloco, em um total de 70 mil quilômetros de extensão.
Não é pouco. Para se ter uma ideia, a circunferência da Terra tem 40 mil quilômetros, pouco mais da metade do que terá a Eurovelo.  
O principal objetivo da ciclovia é estimular o uso da bicicleta como meio de transporte, tanto para os percursos dentro das cidades quanto para rotas mais longas, que liguem um município ao outro.
Outro aspecto que pretende ser incentivado é o turismo sustentável, já que as ciclovias valorizarão as rotas que passam por edifícios e monumentos históricos, museus e também regiões típicas no interior dos países.
As quatro principais ciclovias serão: a rota da Costa Atlântica, com 8.186 quilômetros de extensão, a rota do Sol, com 7.409 quilômetros de distância, a rota do Mar Báltico, com 7.980 quilômetros, e a rota Iron Curtain Trail, com 10.400 quilômetros.
A rota da Costa Atlântica conectará Noruega, Reino Unido, Irlanda, França, Espanha e Portugal. A rota do Sol também inicia na Noruega, mas continua pela Finlândia, Suécia, Dinamarca, Alemanha, República Tcheca, Áustria, Itália e Malta.
Já a rota do Mar Báltico passará por Polônia, Alemanha, Dinamarca, Suécia, Finlândia, Rússia, Estônia, Letônia e Lituânia. Por fim, a rota Iron Curtain Trail, a maior da rede, unirá a Europa Ocidental com a Oriental, passando por 20 países.
O site da Eurovelo várias dicas de passeios a serem realizados, a exemplo das rotas cinco, seis e oito, que possuem ciclovias que passam por regiões de vinícolas. Além disso, a página disponibiliza um mapa das rotas, também com diversas sugestões para aproveitar o cicloturismo.

MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.