quarta-feira, 15 de abril de 2015

LOL.

Esterco
Disseste bem
Não valho um esterco
Foste o esterco falaz
que tentara adubar e adular
a mim, essa linda roseira
germinada entre as duras rochas.
O esterco há tempo
fora perdendo os atributos
as particularidades
propriedades
penetrabilidade 
Hoje tu, esterco
só aduba e lisonjeia
ervas daninhas.

Merda e Ouro
Merda é veneno. 
No entanto, não há nada 
que seja mais bonito 
que uma bela cagada. 
Cagam ricos, cagam pobres, 
cagam reis e cagam fadas. 
Não há merda que se compare 
à bosta da pessoa amada.

Paulo Leminski
MM

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.